Site Autárquico de Vila do Bispo

Património Religioso

Igreja de Nossa Senhora da Conceição - Vila do Bispo

 

Esta igreja, consagrada a Nossa Senhora da Conceição, tem origens que recuam aos finais do Século XV e inícios do Século XVI. A Igreja é de uma só nave e apresenta o interior forrado de azulejos e talha dourada, tendo ambos os elementos artísticos sido colocados num período de tempo situado entre 1701 e 1725. Na Capela-mor merecem destaque o retábulo de talha dourada, as duas pinturas do século XVI (representando os Apóstolos S. Pedro e S. Paulo), a pintura do teto (com a representação da Padroeira) e o arco entalhado que a separa da nave.

Destacam-se, ainda, a Capela de Nossa Senhora do Carmo e o Altar que lhe é fronteiro, elementos que são compostos por talha dourada de uma qualidade soberba.
Merece também ser mencionado o teto, formado por caixotões de madeira, pintados com motivos espirituais e onde, ao centro, se encontrava o Brasão de Armas Nacional. 
Numa Sala anexa à Igreja, está instalada uma coleção museológica, onde se encontram expostas diversas alfaias religiosas, paramentos e algumas peças arqueológicas.  Na sacristia, encontra-se um Arcaz do Século  XVII, coroado por um expressivo Calvário.

 

 

Capela de Santo António - Monte de Santo António, Vila do Bispo

 

As informações disponíveis apontam para que as suas origens se situem nos tempos medievais. O Infante D. Henrique, encontrando-a dessacralizada, terá mandado reabilitá-la ao culto. Foi reconstruída em 1890, como atesta a lápide existente sobre a porta de entrada. No passado foi um espaço frequentado pelas populações locais por ocasião do dia litúrgico consagrado a Santo António.

 

 

Igreja de Nossa Senhora da Encarnação - Raposeira

 

Situado na povoação da Raposeira, este templo cujas origens podem remontar ao Século XVI, tem a invocação de Nossa Senhora da Encarnação. É composto por uma só nave, tem torre sineira terminada em pirâmide octogonal e dois pórticos manuelinos, de grande beleza, decorados com elementos vegetalistas e formas geométricas. A Capela-Mor é abobadada e o arco triunfal (outro exemplar da arte manuelina) é tripartido em colunelos assentes em capitéis decorados de arenito vermelho. No interior, impõem-se pelo brilho e riqueza decorativa os dois fabulosos altares laterais, que exibem uma boa talha dourada do Século XVIII.

 

 

Capela de Nossa Senhora de Fátima - Hortas do Tabual, Raposeira

 

Situada à entrada da pequena aldeia das Hortas do Tabual, esta capela foi construída graças à vontade e ao esforço da população local, nos anos 50 do Século passado.

 

 

Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Raposeira

 

Situa-se a cerca de 2 Kms da Raposeira. Trata-se de um edifício de estilo Gótico, construído nos Séculos XIV/XV, apresentando uma planta retangular, com uma só nave, e paredes apoiadas em potentes contrafortes. A cobertura é de telha vã, com duas águas, possuindo gárgulas.

A frontaria tem porta ogival, com capitéis decorados por encordoados e um rosto humano, sendo encimada por uma rosácea.  A Capela-Mor é coberta por abóbada nervurada, com dois florões, suportada por arcos ogivais que assentam em oito colunas laterais com capitéis. Estes são ornamentados com ramos, folhagens e representações humanas e animais. Destacam-se aqui, também, o janelão e as pedras de fecho de abóbada decoradas com figurações humanas, celestes e campestres.

Destaca-se em vários pontos do edifício, a utilização de grés local de diferentes cores.
A ermida resistiu ao terramoto de 1755, sendo um raro exemplar da arte de medieval numa região onde poucos monumentos deste tipo conseguiram sobreviver.   Esta construção religiosa é a mais antiga que se conserva nesta zona do Barlavento Algarvio.

Terá sido um dos locais frequentados pelo Infante D. Henrique nas suas deslocações a esta zona.

Para os habitantes locais, a Ermida de Guadalupe constituiu um importante local de peregrinação, onde se vinha pedir água em situações de seca. Foi, igualmente, um espaço procurado para casamentos e para a bênção do gado.

 

 

Igreja de Nossa Senhora da Graça - Sagres

 

No complexo da Fortaleza, destaca-se o templo dedicado a Nossa Senhora da Graça, cuja construção recua ao Século XV, sendo o seu fundador o Infante D. Henrique. Teve por essa altura a invocação de Santa Maria.  

Tornou-se a sede da Paróquia de Sagres em 12 de novembro de 1519, sob a invocação de Nossa Senhora da Graça. Na frontaria, abre-se um portal de estilo renascentista (Século XVI).
No seu interior, de uma só nave, destaca-se o Altar-Mor, com um retábulo de madeira e três pedras tumulares de antigos capitães da Fortaleza de Sagres.

Em nichos, laterais à Capela-Mor, podem ser observadas as imagens de São Vicente e de São Francisco, ambas dos Séculos XVII ou XVIII.

 

 

Igreja de São Sebastião - Budens

 

Situada no centro de Budens, esta igreja, consagrada a São Sebastião, data provavelmente do Século  XVI. Tem uma só nave. O interior não apresenta, atualmente, nada de notável, uma vez que todo o seu recheio de talha dourada se perdeu por ação do sismo de fevereiro de 1969.

Foi destruída pelo terramoto de 1755, tendo sido reconstruída em 1762. No entanto, sofreu outras obras de restauro e remodelação em 1877 e 1926, respetivamente.
Possuí imagens antigas em madeira, de entre as quais se destacam as de Nossa Senhora do Rosário, de S. Pedro, do Senhor Morto e de S. Sebastião, padroeiro de Budens.

Merecem destaque as duas pias de água manuelinas (Século XVI, primorosamente lavradas, que se encontram nas paredes do edifício (lado poente).

O pórtico da igreja é um dos mais belos exemplares da arte escultórica setecentista da região em todo o Algarve. Apresenta a data de 1762.

 

 

 

Capela de Santo António - Budens

 

A sua construção deverá remontar ao Séc. XVII. Tratou-se de um importante local de culto para os habitantes, tendo sido um dos locais escolhidos para os seus batizados ou casamentos em tempos mais recuados. Foi particularmente frequentado durante o dia festivo consagrado ao padroeiro, Santo António.

 

Ermida de São Lourenço - Vale de Boi, Budens

 

Situa-se na aldeia de Vale de Boi. Terá sido construída no Séc. XVII. No interior, merece destaque o painel de azulejos setecentistas que se encontra embutido no Altar-Mor. Nele está representada uma Grelha, o instrumento de tortura em que foi martirizado o seu Padroeiro, S. Lourenço.

 

 

Capela de Santa Elizabete - Boca do Rio, Budens

 

Situada junto à Praia da Boca do Rio, a Capela de Santa Elizabete, actualmente reduzida a paredes arruinadas, data, possivelmente, da Época Medieval.

 

Igreja de São Miguel - Barão de São Miguel

 

Destaca-se na povoação a sua Igreja Matriz, provavelmente edificada durante o Séc.  XVI. Apresenta uma só nave e torre sineira.

Os elementos artísticos e decorativos mais importantes datam do Século XVIII: o seu expressivo e bem decorado Altar-Mor e a interessante imagem do Padroeiro São Miguel.

 

 

 

 

 


 

 

Próximos eventos

Multimédia

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba sugestões, notícias e eventos do nosso município na sua caixa de email.

Contactos