Site Autárquico de Vila do Bispo

Património Geológico

Fósseis da Praia da Mareta (Sagres)

Esta área da praia da Mareta é um excelente local para a observação de paleontológicos registos fósseis, designadamente pistas de invertebrados do tipo Zoophycos. Além destes, podemos encontrar-se outros tipos de fósseis, ou vestígios da sua presença, como por exemplo, fósseis de amonite. As pistas de Zoophycos correspondem a vestígios de atividade de organismos invertebrados. Estas pistas são rastos de antigos seres vivos que viviam nos fundos marinhos profundos. O organismo escavava um túnel para obter alimento e quando esse túnel já não servia regressava ao ponto central e recomeçava um novo túnel. Os Zoophycos têm, assim, um aspeto de hélice, uma sucessão de curvas que partem de um ponto central. Na zona central da Praia da Mareta, junto aos acessos pedonais, encontra-se um grande rochedo de cor esbranquiçada, localmente conhecido como “Pedra do Sal”. Na verdade, trata-se de um raro recife de coral fossilizado in situ, ou seja, está na posição de vida dos corais e no local original onde se formou. O clima era quente e as águas pouco profundas.

 

Multimédia0

Multimédia1

Multimédia2

 

Geomonumento da Ponta do Telheiro (Sagres)

Além do incrível valor cénico e paisagístico, o geomonumento da Ponta do Telheiro é considerado um geossítio de referência à escala global, pelo seu elevado valor científico e didático, ao nível da estratigrafia e da discordância angular Paleozóico/Mesozóico. As rochas que aqui se encontram, xistos e grauvaques, apresentam-se dobradas, com dobras verticais e falhas. Surgem excecionais estratos horizontais sobre estratos verticais, uma superfície de discordância com um hiato de tempo geológico na ordem dos 90 milhões de anos, o qual corresponde ao tempo em que a cadeia montanhosa aqui existente se elevou e foi erodida por agentes externos. Este é um dos sítios geológicos mais importantes de idade Paleozóica em Portugal.

 

Multimédia3

Multimédia4

Multimédia5

 

Pegadas de Dinossauro da Praia da Salema (Budens)

A Praia da Salema não oferece apenas sol, mar e lazer aos veraneantes que a frequentam. A sua remota história geológica proporciona o contacto com incríveis registos paleontológicos, designadamente pegadas de dinossauros marcadas há cerca de 125 milhões de anos! Na base da escada de acesso ao extremo poente desta praia, numa laje de calcário, podemos facilmente observar um trilho com várias pegadas de um grande herbívoro bípede ornitópode. As pegadas apresentam 3 dedos curtos e largos, terminados de forma arredondada. As pegadas tridáctilas dos ornitópodes são quase tão largas quanto compridas. Os rastos de dinossauro são uma importante fonte de informação sobre a morfologia dos pés e das mãos dos animais que os produziram, a sua locomoção, entre outros.

 

Multimédia6

Multimédia7

Multimédia8

 

 

 

Próximos eventos

Multimédia

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba sugestões, notícias e eventos do nosso município na sua caixa de email.

Contactos